Breaking News

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Como vencer a rede de mentiras mantida pelo PT.

Do Blog eagora.org.br:

No ônibus que uma amiga de um amigo meu pegou faz uns dias em Natal, um homem ia de passageira em passageira espalhando: “Se José Serra for presidente, vai acabar com os direitos trabalhistas das empregadas domésticas”.

Meu amigo foi assuntar e ouviu relatos parecidos de outras pessoas.

Tática suja típica de eleição municipal, que o PT introduziu nas eleições nacionais.

Em 2006, nos dias sem programa eleitoral no rádio e TV entre o primeiro e o segundo turno, espalharam assim a mentira da privatização e outras.

O veículo principal para isso são os soldados do PT, sindicatos e ONGs aparelhadas. A Internet - via e-mail, basicamente - serve para baixar a ordem unida. Puro comando e controle - nada a ver com a espontaneidade, interatividade e publicidade das redes sociais.

Em 2006 o adversário não reagiu, nem ao menos sabia que estava sendo atacado. Assim é fácil.

Em 2010 eles vêm com as mesmas mentiras velhas e outras novas.

- Serra não gosta de nordestinos.

- Vai acabar com o Bolsa Família.

- É contra a Zona Franca de Manaus.

- Vai suspender concursos públicos.

- Vai arrochar salários dos funcionários.

- Vai tirar direitos desta ou daquela categoria.

- Vai privatizar o Banco do Brasil, a Petrobras, o Pão de Açúcar e o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu…

O que pode fazer diferença é que desta vez estamos mais atentos e temos chance de nos preparar.

Outra diferença é que Dilma Rousseff mente mal. Se a fama de mentirosa colar nela, como está colando, pode desacreditar toda a operação.

Por isso eles se incomodaram com o www.gentequemente.org.br.

Por isso nós precisamos ficar cada vez mais atentos e ativos para detectar e desmentir as mentiras deles.

Bote a boca no trombone - digo, na Internet - toda vez que ouvir uma mentira, velha ou nova.

Lembre-se: é a repetição que faz a mentira colar. Temos que repetir a verdade do nosso lado.

E o mais importante: não fique só na Internet.

Fale com as pessoas em volta. Não precisa ser um soldado feito aquele do ônibus em Natal. No seu tempo disponível como voluntário, com gentileza, sem irritação, dê o seu recado ao parente, amigo, colega, vizinho, companheiro de viagem.

O PT traz para as novas mídias o velho esquema do comando e controle: da cúpula para as bases.

Nós temos chance de usar as novas mídias do jeito certo: da rede para a rua.

Vamos nessa. Vamos ganhar.

Nenhum comentário:

Designed By