Breaking News

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Matrículas para o Projovem Urbano são prorrogadas até o dia 15 de maio

Educação Imperatriz - As matrículas dos jovens de 18 a 29 anos que não concluíram o ensino fundamental e têm interesse em ingressar no Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação e Ação Comunitária - Projovem Urbano podem ser realizadas até o dia 15 de maio, com início das aulas no dia 24 de maio.

Mais de 70% das duas mil vagas disponibilizadas pelo Governo Federal e pela Prefeitura de São Luís já foram preenchidas.

Para efetivar a matrícula, o interessado deve estar munido de original e cópia da carteira de identidade e do cadastro de pessoa física, além do histórico escolar, e se deslocar a uma das seguintes Unidades de Educação Básica (UEBs): “Rivanda Berenice” (Barreto); “José da Silva Rosa” (São Bernardo); “São Raimundo”, “Cidade Olímpica”, “Amaral Raposo” (Pedrinhas); “Nascimento de Moraes” (Cidade Operária); “Rosália Freire” (Vila Izabel); “João de Sousa Guimarães” (Divinéia); “Conselheiro Galileu Santos (Vila Vitória); “Rubem Ferreira Rosa” (Poeirão); “Rubem Goulart” (Cohab-Anil III); “Alberico Silva” (Alemanha); ou à sede do Projovem, na rua de Santo Antonio, 259 - Centro.

“O Projovem Urbano proporciona a formação do jovem no ensino fundamental, além de iniciação profissional e aulas de informática. Ao longo dos 18 meses do programa, o aluno que obtiver 75% da frequência também recebe um auxílio de R$ 100,00 por mês do Governo Federal”, explicou a secretária municipal de Educação, Sueli Tonial.

O Programa - O Projovem Urbano foi concebido como uma intervenção de caráter emergencial destinada a atender parcela significativa dos jovens com o perfil socioeconômico tipificado como público-alvo, que têm necessidade de retomar a trajetória escolar e prosseguir nos estudos.

Assume também caráter experimental ao basear-se em novos paradigmas, constituindo sua proposta curricular a partir de conceitos inovadores que dão suporte à articulação entre o ensino fundamental, a qualificação profissional e a ação comunitária, visando à formação integral do jovem, considerado como protagonista de sua formação.

Ao integrar ensino fundamental, qualificação profissional e ação comunitária, o Programa busca oferecer oportunidade para que os jovens experimentem novas formas de interação, se apropriem de novos conhecimentos, reelaborem suas próprias experiências e sua visão de mundo e, ao mesmo tempo, se reposicionem quanto a sua inserção social e profissional. (Da Secom / Prefeitura de São Luís)

Nenhum comentário:

Designed By