Breaking News

terça-feira, 27 de abril de 2010

EDIVALDO HOLANDA: Discurso de Anselmo Raposo sugere que 'salto de qualidade' é uma farsa

Maranhão - Em pronunciamento, ontem, na Assembleia Legislativa, o deputado Edivaldo Holanda classificou de farsa o ‘salto de qualidade’ na educação anunciado em peças publicitárias pelo governo.

Holanda esteve recentemente em Mirinzal, onde, segundo diz ter constatado, 1.200 alunos estão sem aulas nas escolas Euclides Vieira e Unidade Integrada Onofrina Almeida porque não têm onde sentar. A mesma situação de estudantes sem aula por falta de carteiras o deputado teria encontrado em Cururupu.

Edivaldo se reportou a editorial publicado no jornal O Estado do Maranhão, no dia 29 de março, do qual destacou a seguinte frase: “se subtrairmos o excesso de tinta porventura existente na peça publicitária, restará a informação essencial”. Para Edivaldo, a informação essencial é nenhuma, é nada, é o caos, pois os professores do ensino médio e fundamental ameaçam greve por tempo indeterminado, os servidores da Uema estão em greve há mais de 30 dias, o que deixa 30 mil alunos sem aulas, e o secretário de Educação, Anselmo Raposo, ousa dizer que como professor vai apenas tentar ser aliado dos docentes.

“A peça publicitária do governo diz que nós demos um salto de qualidade na educação. Como, então, o secretário Anselmo Raposo informa que precisa colocar 57 escolas e 210 anexos em funcionamento para que todos os estudantes tenham aulas no Maranhão?”, indaga Edivaldo.

Relendo entrevista do secretário, Holanda lembra que ele fala de dificuldades operacionais, dentre elas a falta de professores. “O Estado realizou concurso para preenchimento de 5.320 vagas de professores e um seletivo para outros 6.300. Se esta é uma dificuldade, basta que o Estado contrate os professores concursados para solucionar o problema”, afirmou.

Anselmo Raposo disse também na entrevista que a secretaria precisa, urgentemente, de 60 mil carteiras. Em vista dessa afirmação, Edivaldo Holanda pergunta: “onde está o salto de qualidade? Em um ano o governo Roseana Sarney não conseguiu nem comprar carteiras escolares”, lamenta.

Mas a frase principal do secretário Anselmo Raposo que desmente o salto de qualidade no ensino, na opinião de Edivaldo Holanda, é esta: “nós precisamos, urgentemente, deflagrar um processo de qualificação dos professores do Estado”. Para Edivaldo, significa definitivamente, que “é tudo mentira, não existe qualidade de ensino, é tudo uma farsa”.(JP).

Nenhum comentário:

Designed By