Breaking News

quarta-feira, 10 de março de 2010

Jabor cita o Maranhão sobre o ridículo dos escândalos no Brasil

Maranhão - O Maranhão voltou a ser alvo de crítica no noticiário nacional. Desta vez, durante comentário de Arnaldo Jabor, no Jornal da Globo. Jabor afirma: "Mas, nem no Maranhão? Onde há tantos ladrões? Ao menos lá devia haver mais alojamentos", provavelmente teve como referência os escândalos envolvendo o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e mais recentemente o filho Fernando Sarney, indiciado no inquérito da Operação Faktor, da Polícia Federal, por formação de quadrilha, gestão de instituição financeira irregular, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Veja o comentário:

Ultimamente os criminosos ficaram muito mal-educados, sem um mínimo de gentileza com a Justiça. Então o juiz libera todo mundo: assassinos, estupradores e ninguém tem a delicadeza de esperar uma nova prisão?

O certo era o quê?

- Oi Cadelão. Como vai, belê?
- E aí Sargento, estava mesmo esperando o senhor. Já chegou o camburão?
- Deve estar vindo.
- Ótimo, vamos voltar para a cana e não precisa muito conforto como o Arruda não. Qualquer cantinho ali perto da boca do boi, para mim está bom.
- Valeu, Cadelão. Isso é que é cooperar com a lei.

Os escândalos nacionais estão cada vez mais ridículos. Grana nas meias, presos soltos para ver Papai Noel e agora esta vergonha. No Espírito Santo já houve prisioneiros torrando dentro de containers, cadeias pavorosas, piores que campos de concentração.

Chega a ser um crime contra os criminosos, todos espremidos, ladrões de margarina junto a esquartejadores. Que país. Não sabem combater a violência e não conseguem nem mais prender. “Ah, não há verbas”.

Não tem? Bastava cortar propaganda do Legislativo e Executivo que sobraria grana. Mas, prisioneiro não dá voto. Mas, nem no Maranhão? Onde há tantos ladrões? Ao menos lá devia haver mais alojamentos. (JP).

Nenhum comentário:

Designed By