Breaking News

quinta-feira, 18 de março de 2010

Infidelidade partidária de Roseana Sarney é esquecida pelo TRE

Maranhão - A cassação na noite de terça-feira pelo TRE-DF do governador José Roberto Arruda por infidelidade partidária nos chama a atenção para a mesma acusação que pesa contra a governadora Roseana Sarney em ação protocolada no TRE-MA pelo PSDB, PT e PSB, sem que até hoje haja qualquer manifestação do tribunal, informa o blog do jornalista Raimundo Garrone.

Roseana concorreu em 2006 pelo PFL, hoje DEM, para depois trocar de partido filiando-se ao PMDB, comandado por seu pai o senador José Sarney. Leia mais no blog do Garrone.

2 comentários:

Luz Barros disse...

É, taí um problema mesmo. Mas vamos analisar, se o gov. de Bsb foi pego pq Roseana n seria? Se ela n foi, certamente, é pq não havia provas o suficiente.

Policarpo disse...

Não pegaram porque não tinha o que ser pego. Como ela falou, se julgaram o governador de Brasília por isso, não iam julgar a governadora do Maranhão?

Designed By