Breaking News

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Secretaria de Segurança oferece oportunidade a jovens maranhenses

Sociedade - A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), em parceria com o Governo Federal, realizou, durante toda à tarde desta quarta-feira (24), no auditório Leofredo Ramos, na SSP, o primeiro encontro do Programa de Proteção de Jovens em Território Vulnerável, (Protejo), após a seleção de 400 dos 900 candidatos inscritos no projeto. O evento congregou aproximadamente 200 adolescentes e jovens, atualmente residindo em áreas de riscos, situados nos Cids Leste e Norte. Na segunda-feira (29) será a vez dos selecionados na região Sul e Oeste de São Luís.

A reunião proporcionou aos contemplados uma noção das atividades que serão desenvolvidas paralelamente a capacitação. Neste primeiro momento, a coordenação do projeto apresentou aos novos participantes toda a estrutura que será disponibilizada aos adolescentes e jovens, durante os 12 meses de vigência do programa, período em que receberão mensalmente uma bolsa no valor de R$100. “Esta foi à hora de sensibilizar e apresentar a estes jovens o leque de atividades que serão oferecidas no decorrer do ano. São ações como estas que fazem destes jovens multiplicadores de opinião em seu bairro, na sua casa e que acabam expandido a informação, pudendo assim formar ideias, disponibilizando assim o acesso a política pública”, disse Cláudia Gouveia, coordenadora do Protejo no Maranhão.

Após a apresentação e o término do período de matrículas, previsto para serem realizados no início de março, os beneficiados contarão com atividades gratuitas voltadas à cidadania, inclusão digital, esporte, cultura e qualificação profissional. “Este é o principal objetivo do Protejo, que conta com a incansável pareceria da Secretaria de Segurança Pública do Estado. A meta, após esta fase é selecionar mais jovens para que estes, também, possam se integrar a sociedade. Muitos destes jovens já tiveram experiência com drogas, ou foram vítimas da violência doméstica, ou mesmo já residiram na rua”, ressaltou a coordenação do projeto.

Protejo

O programa amparado pela Secretaria de Segurança do Estado é voltado para jovens de 15 a 24 anos, expostos à violência doméstica e urbana, regularmente matriculados na rede pública de ensino. Além disso, o jovem não pode ser beneficiado por outro projeto social. Segundo Cláudia Gouveia, o objetivo principal do Protejo é trabalhar os jovens que precisam de uma atenção maior, por enfrentarem situações de risco. “Nós traçamos estratégias que possam oferecer oportunidades de acesso à saúde, educação, emprego e, principalmente, a segurança destes adolescentes. A ideia é fazer deste espaço de formação e de informação, além de trabalhar questões como a inclusão digital, cidadania é resgatar a autoestima e qualificação profissional”, ressaltou.

O Protejo se destaca entre os programas preventivo-sociais por contemplar precisamente as áreas mais violentas, escolhidas após um levantamento realizado pela coordenação do programa. Em seguida, as integrantes do projeto “Mulheres da Paz”, ficaram responsáveis por inscrever três adolescentes para concorrem, por meio de processo seletivo, uma das 400 vagas disponibilizadas pelo programa.

Fonte: Secom-Ma

Nenhum comentário:

Designed By