Breaking News

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Ex-secretário de Roseana Sarney é citado em relatório da Polícia Federal

Caso de Policia - O diretor financeiro da Eletrobrás, Astrogildo Quental, teve o nome citado no relatório final da Operação Castelo de Areia da Polícia Federal, que levanta suspeita sobre a participação dele no pagamento de propina da construtora Camargo Corrêa ao PT e ao PMDB. As informações foram publicadas nesta terça-feira (8) em matéria publicada pela Folha de S. Paulo. Segundo a investigação, há indícios de que cada partido tenha recebido R$ 500 mil da empreiteira.

Quental é ligado à família Sarney e foi secretário estadual de Infraestrutura do Maranhão no governo de Roseana Sarney. Ele também foi um dos investigados em outra operação da PF, chamada inicialmente de Boi Barrica (rebatizada de Faktor), e que indiciou Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

O diretor da Eletrobrás era um dos principais interlocutores de Fernando Sarney ao telefone em conversas gravadas pela polícia com autorização da Justiça. A PF chegou a afirmar que Quental defendia os interesses dos negócios do grupo de Fernando na Eletrobrás.

O relatório da PF deixa claro a necessidade de aprofundar as apurações sobre os suspeitos. O documento, com mais de 300 páginas, foi entregue ao Ministério Público Federal de São Paulo em 22 de novembro.

Nenhum comentário:

Designed By