Breaking News

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Deputado explica artigo sobre o governo Roseana

Política - O deputado Joaquim Haickel (PMDB) ressaltou, na sessão dessa segunda-feira (7), ter a certeza de que vale muito mais ser um parlamentar do governo, com críticas, com a consciência do que deve ser feito, do que um oposicionista que simplesmente joga pedras. "Apenas alertei à governadora Roseana Sarney que a coisa está preta, mas não como na época de José Reinaldo ou Jackson Lago. Os líderes da oposição procuram atacar o atual governo se esquecendo dos sete anos de vacas gordíssimas que no governo anterior eles puderam experimentar", enfatizou ele, ao referir-se a artigo de sua autoria publicado domingo em um jornal local.
"O deputado Marcelo (Tavares) foca no que vê para tentar acertar no que não vê. O que ele leu foi a letra de uma música do grande Chico Buarque de Holanda, mas não precisa ouvir Chico para saber que a coisa aqui está preta já faz sete anos", acrescentou.
Ainda referindo-se ao artigo, Joaquim Haickel disse que o assédio e o assalto eleitoral registrados nos últimos seis anos no Maranhão inverteram a lógica, e que perdeu o apoio de prefeitos aliados seus na última campanha que disputou porque o governo de então lhes ofereceu vantagens que não poderiam recusar, sob pena de prejudicar seus munícipes.
"Isso é o que faz um político que tem consciência do que está acontecendo, e não tem medo de dizer o que acredita. Apenas alertei a governadora de que a coisa está preta porque o nosso grupo político, as pessoas que ora ocupam algumas secretarias estão atuando de maneira indevida. Estamos num tempo de falar as verdades, mas não as verdades cômodas ditas pela oposição, pelo deputado Edivaldo Holanda, que sobe à tribuna com uma facilidade incrível de manipular as palavras e não ver o próprio umbigo", enfatizou.
Joaquim Haickel acrescentou que Edivaldo Holanda não observa que era líder de um governo completamente corrupto e que o deputado Marcelo Tavares, um pouco mais focado, procura atacar o atual governo se esquecendo dos sete anos dos ex-governadores José Reinaldo e Jackson Lago. "É muito mais importante um parlamentar com a minha postura no Governo do que na oposição. O governo precisa muito mais de uma voz como a minha dentro das suas fileiras, porque do outro lado da fronteira bater é muito melhor, muito mais bonito e muito mais popular", ressaltou o parlamentar. (O Progresso).

Nenhum comentário:

Designed By