Breaking News

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Autor de "Honoráveis Bandidos" culpa Sarney...

SÉRGIO RIPARDO
colaboração para a Livraria da Folha

"Só não houve morte por um milagre", diz Palmério Dória, autor de "Honoráveis Bandidos - Um retrato do Brasil na era Sarney", sobre a pancadaria durante o lançamento de seu livro em São Luís, na noite da última quarta-feira. Ouça podcast em que o escritor narra como foi a confusão e culpa José Sarney, presidente do Senado, pelo tumulto.

Vídeo mostra pancadaria no lançamento de "Honoráveis Bandidos"



"O Sarney pode ser medíocre, mas burro ele não é. Eu não sei se ele está querendo uma comissão sobre a venda dos livros. O que ele está fazendo para vender esse livro é espantoso", ironizou o escritor.

Dória diz que a ordem de tumultuar o lançamento partiu do Palácio dos Leões, ou seja, da governadora Roseana Sarney, filha do presidente do Senado.

Um grupo de estudantes ligado ao governo provocou pancadaria no auditório do Sindicato dos Bancários, em São Luís, durante o lançamento. O lugar foi escolhido após as livrarias da capital maranhense recusarem abrigar o evento, com medo da família Sarney, segundo Dória.

Nesta sexta-feira, o escritor faz noite de autógrafos em Macapá, capital do Amapá, Estado pelo qual José Sarney foi eleito senador.

A Livraria da Folha tenta ouvir o presidente do Senado sobre a declaração de Dória. No mês passado, Sarney disse que não viu, não leu e não tem interesse em ler o livro de Dória. Até aquele momento, não houve nenhuma ação jurídica contra a obra.

Nenhum comentário:

Designed By