Breaking News

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Cristo teria que se aliar a Judas no Brasil, diz Lula...

"Cristo teria que se aliar a Judas no Brasil, diz Lula para jornal"

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que "no Brasil, Jesus teria de fazer aliança com Judas", em entrevista para o jornal "Folha de S.Paulo" desta quinta-feira (22), se referindo aos acordos eleitorais.

"Nunca me senti incomodado. Nunca fiz concessão política. Faço acordo. Uma forma de evitar a montagem do governo é ficar dizendo que vai encher de petista. O que a oposição quer dizer com isso. Era para deixar quem estava. O PSDB e o PFL (hoje DEM) queriam deixar nos cargos quem já estava lá. Quem vier para cá não montará governo fora da realidade política. Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão".

Na mesma entrevista, Lula também falou sobre vários outros assuntos, como as eleições de 2010 e a crise econômica.

Dilma

Segundo o jornal, Lula defendeu a escolha de Dilma Rousseff, ministra da Casa Civil, como candidata do PT para 2010. "Dilma é a mais competente gerente que o Estado brasileiro já teve. A capacidade de trabalho da Dilma, a competência, o passado político e o presente, me faz garantir que a Dilma é uma excepcional candidata a presidente da República. (...) Tem firmeza ideológica, tem compromisso, tem lealdade, sabe de que lado está". E garantiu: Dilma está "muito preparada" para ser presidente.
Em resposta aos que dizem que Dilma eleita equivale ao seu terceiro mandato, Lula disse que "é exatamente o contrário. Uma mulher que tem a personalidade que a Dilma tem. Conheço bem a personalidade dela. Isso vai exigir que eu tenha o bom senso de quando elegi o Jair Meneguelli presidente do sindicato de São Bernardo, o José Dirceu presidente do PT. Rei morto, rei posto. A Dilma no governo tem de criar a cara dela, o estilo dela, o jeito dela de governar".

Lula explicou na entrevista o acordo entre PT e PMDB para 2010. "Patrocinei uma reunião de líderes do PT com o PMDB, que fizeram uma nota. Haverá um acordo nacional, e a chapa será PT-PMDB". Sobre Michel Temer ser o vice nesta chapa, ele disse: "Não posso dar palpite. Quem discute vice é o candidato a presidente".
O presidente falou sobre os possíveis candidatos à presidência em 2010. "Na política, tudo pode acontecer. O Ciro [Gomes, deputado do PSB-CE] tem todas as condições de ser candidato a presidente. Sou um homem feliz. Feliz desse país, que tem o Ciro, a Dilma, o Serra [José Serra, governador de São Paulo, do PSDB], o Aécio [Neves, governador de Minas Gerais, também do PSDB], a Marina [Silva, senadora pelo PV], a Heloísa Helena [senadora do Psol]. Nesse espectro, não tem ninguém de extrema-direita ou conservador ao extremo. Todos têm história. Não acho que é mérito meu, não. Fernando Henrique Cardoso tem importância nisso, pelo fato de ter feito comigo uma transição excepcional".

g1

Nenhum comentário:

Designed By