Breaking News

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Serviço de mototáxi pode passar por mudanças

IMPERATRIZ - Mais de vinte projetos tramitam na Câmara e no Senado Federal tratando da regulamentação do serviço de mototáxi no país. Esse serviço funciona em cerca de mil cidades brasileiras. Em Imperatriz, a segunda maior cidade maranhense, existem quase setecentos mototaxistas, que esperam por mudanças para melhorar o atendimento.

O serviço alternativo, denominado mototaxi, é regulamentado em Imperatriz desde julho de 1998 e passou por algumas mudanças. As motocicletas são na cor amarela e têm numeração no tanque. O veículo tem ainda placa vermelha o que caracteriza aluguel. A regulamentação da profissão é uma das grandes conquistas da categoria.

A regulamentação e as normas de segurança específicas ficarão a cargo do Conselho Nacional de Trânsito. Ter idade mínima de 21 anos, carteira de habilitação categoria “A” estão entre as principais exigências.

Para o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Imperatriz, Francisco Aragão, a regulamentação do serviço é importante para a categoria que atualmente é formada por 667 mototaxistas.

Em Imperatriz, o secretário Municipal de Trânsito, Jota Ribamar, reconhece a importância da regulamentação da profissão, mas não descarta a hipótese do serviço passar por algumas mudanças.

A instalação de taxímentros nas motocicletas também pode ser uma das novidades, ficando a critério do passageiro o uso do equipamento durante a corrida ou o preço a combinar.

Imirante.

Nenhum comentário:

Designed By