Breaking News

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Segurança de José Sarney cuida de grampo no MA

Brasília - Acusado em inquérito da Polícia Federal de vazar informações sigilosas à família Sarney, o segurança do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), passou a chefiar a área responsável pelo sistema de grampos da Secretaria da Segurança Pública do Maranhão, informa reportagem de Hudson Corrêa e Leonardo Souza, publicada nesta segunda-feira pelo Jornal Folha de São Paulo.

Segundo a reportagem, agente da PF, Aluísio Guimarães Mendes Filho é desde abril o secretário-adjunto de Inteligência. Foi alçado ao posto pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

A Folha informa que, embora ocupe o cargo de secretário-adjunto, Mendes Filho continua na função de segurança do senador. Conforme a PF, o governo do Maranhão pediu ao Ministério da Justiça que o agente seja cedido ao Estado, mas ainda não há decisão sobre a solicitação.

A pasta que Mendes Filho assumiu comanda o sistema Guardião, capaz de grampear simultaneamente conversas telefônicas de 300 celulares e 48 telefones fixos. Avaliado em R$ 1 milhão, o sistema foi doado pelo Ministério da Justiça em 2007.

Outro lado

O secretário de Comunicação do Maranhão, Sérgio Macedo disse, por meio de nota, que não há prova de culpa de Mendes Filho no episódio de vazamentos de informações sigilosas.


"O governo não tem poderes para julgar e condenar as pessoas ditas suspeitas. Até que não se prove que ele tem culpa, ele não é culpado de nada."

Mendes Filho afirma que o inquérito da PF não o impede de assumir a pasta que cuida do Guardião. "A princípio, é uma investigação em que não há nenhuma prova concreta do meu envolvimento nesse vazamento de informação."

Nenhum comentário:

Designed By