Breaking News

sábado, 11 de julho de 2009

Sarney teria conta secreta no exterior (diz veja)

Brasília - Reportagem publicada na revista "Veja" desta semana informa que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), teria uma conta secreta no exterior. De acordo com a reportagem, a constatação foi feita a partir de uma auditoria do Banco Central no falido Banco Santos, do empresário Edemar Cid Ferreira --amigo de Sarney. Os dois viajaram juntos para Veneza, na Itália, em junho de 2001.

Entre os documentos do Banco Santos que passaram por auditoria depois da falência está um arquivo chamado "JS-2", que, em sete linhas relata a movimentação de uma conta em dólares no exterior. A revista diz que "JS-2" era o nome-código de uma conta em dólares de José Sarney e que as anotações feitas por Edemar em 10 de junho de 2001 se referiam a movimentações de fundos.

Segundo a reportagem, Edemar registrou a entrega de US$ 10 mil em Veneza a "JS" neste dia em documentos recolhidos pelos interventores do Banco Santos que estão em poder da Justiça. Neste dia, Edemar e Sarney estavam em Veneza.

A revista lembra que não é crime ter conta no exterior. Crime é mandar o dinheiro para o exterior sem informar as autoridades brasileiras e sem comprovar a origem dos recursos. A reportagem diz que os documentos significam um novo constrangimento para Sarney.

Outro lado

A reportagem da Folha Online não conseguiu localizar Sarney nem Edemar para comentarem a reportagem d revista "Veja".

À revista eles disseram que desconheciam os fatos apurados pelos interventores e pela Polícia Federal e registrados nos documentos de Edemar

Folha Online

Nenhum comentário:

Designed By