Breaking News

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Gravações ligam família Sarney a nomeações....

"Gravações ligam família Sarney a nomeações por atos secretos"

Uma sequência de diálogos gravados pela Polícia Federal (PF) com autorização judicial, durante a Operação Boi Barrica, e divulgados na edição desta quarta-feira (22) do jornal "O Estado de S.Paulo", revela a nomeação de cargos pela família Sarney no Senado e liga o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), ao ex-diretor-geral Agaciel Maia na prestação de favores concedidos por meio de atos secretos.

Ouça trechos dos diálogos na rádio CBN

Em uma das conversas transcritas pelo jornal, o empresário Fernando Sarney, filho do parlamentar, diz à filha, Maria Beatriz Sarney, que mandou Agaciel reservar uma vaga para o namorado dela, Henrique Dias Bernardes. Em conversa com o filho, alvo da investigação , Sarney caiu na interceptação. Segundo a gravação, o senador se compromete a falar com Agaciel para sacramentar a nomeação. O namorado da neta foi nomeado oito dias depois, por ato secreto, segundo a publicação.

Em outra conversa revelada pela reportagem, um neto do presidente da Casa fala com o pai, Fernando Sarney, sobre o emprego como funcionário do gabinete de Epitácio Cafeteira (PTB-MA).

O G1 falou com a assessoria do presidente do Senado, que está em férias, para comentar o caso, e aguarda resposta. A reportagem também deixou recados no escritório do advogado de Fernando Sarney e no celular do ex-diretor-geral do Senado, Agaciel Maia. A denúncia sobre gravações telefônicas em que a neta do presidente do Senado teria negociado com o avô a nomeação de seu namorado, por meio de ato secreto, havia sido divulgada pelo jornal na semana passada.

G1.

Nenhum comentário:

Designed By