Breaking News

terça-feira, 14 de julho de 2009

Criança com hidrocefalia luta pela vida

Sociedade - Grazielle Alves comemora hoje 16 anos de luta pela vida. A menina nasceu com hidrocefalia, doença que provoca o aumento do crânio devido à retenção de líquido. Apesar do sofrimento e das dificuldades, a mãe da menina faz questão de comemorar. Grazielle não enxerga, nem anda. Mas sente e ouve, garante a mãe. Ela é grande e forte; o corpo tem aparência saudável. Uma vitória para quem foi desenganada pelos médicos logo ao nascer. O diagnóstico afirmava que Grazielle morreria ao completar três meses.

A hidrocefalia é consequência da rubéola contraída pela mãe durante a gravidez. Para controlar o problema, ao nascer foi instalada uma válvula no crânio de Grazielle. A válvula descia até a bexiga. O mecanismo retiraria o líquido do crânio, a ser expelido na urina. Não deu certo. Em menos de duas semanas a válvula foi retirada. A criança sentia dores e a barriga começou a inchar. O problema poderia ser curado se tratado no início. À época, o tratamento deveria ser feito em São Paulo. “Não tive condições e nem tive quem me ajudasse”, conta a mãe, Adalgisa Alves, 34.

o imparcial.

Nenhum comentário:

Designed By