Breaking News

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Prefeito Madeira quer reduzir índices de hanseníase em Imperatriz

POLÍTICA IMP- O Prefeito Sebastião Madeira, preocupado com os avanços da Hanseníase em Imperatriz, solicitou ao secretário de saúde, o médico Mamede Magalhães, que adotasse medidas urgentes para conscientizar a população na adoção de medidas para evitar, e controlar a doença. Dados do Ministério da Saúde, aponta que Imperatriz é a “campeã” do Estado do Maranhão em casos notificados de hanseníase com índice em torno de 20 infectados para cada 10 mil habitantes.O ideal, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é de um caso para cada 10 mil habitantes. Neste sábado, 31, segundo informa, a Coordenadora da Vigilância em Saúde, Sandra França Mendes, será realizado uma mobilização das 8:00 às 13:00 em pontos estratégicos como o Timbira Shopping , Supermercados e outros setores da cidade para distribuição de material informativo-educativo contendo orientação sobre prevenção e tratamento da doença. Essa será a primeira etapa da Campanha que será desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúd O objetivo é conscientizar a população da importância da prevenção da doença que tem cura comprovada, se diagnosticada no inicio, mas poderá evoluir para tipos e graus de incapacidades físicas, envolvendo mãos, pés e olhos, se o paciente não procurar atendimento médico.O Programa de Eliminação da Hanseníase está inserido na Vigilância em Saúde/Vigilância Epidemiológica e funciona na sede dessas coordenações no Complexo de Saúde Pública, localizado no Parque Anhanguera. O atendimento é descentralizado, através das Unidades e Postos de Saúde da rede municipal que após o diagnóstico encaminha os pacientes para o Centro de Referência Humanizado Em Dermatologia Sanitária, no Centro de Especialidades Três Poderes. Lá, são acolhidos por uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, psicólogos e técnicos de enfermagem.A Hanseníase é uma doença infecciosa, de evolução crônica, causada pela bactéria Mycobacterium leprae, conhecida como Bacilo de Hansen. A doença ataca os nervos das extremidades do corpo produzindo lesões na pele, principalmente em braços e pernas. Os principais sintomas da doença são manchas brancas ou avermelhadas, dor nos nervos dos braços, das mãos, das pernas ou dos pés e partes do corpo com formigamento ou dormência. Geralmente, a vítima da hanseníase também apresenta caroços no corpo, ausência de dor em casos de queimaduras ou cortes nos braços, nas mãos, nas pernas e nos pés.O tratamento da doença será eficiente se for levado a sério do começo ao fim. Todos os medicamentos são distribuídos pela rede pública de saúde.O portador de Hanseníase em tratamento não transmite a doença.“ O diagnóstico tardio além de favorecer a transmissão, implica ainda prejuízo na qualidade de vida do próprio paciente, com possibilidades de seqüelas, entre elas a incapacidade física, mesmo após a cura, gerando preconceito e discriminação, no campo pessoal e profissional, outro mal que a campanha pretende combater,” ressaltou Sandra França Mendes,Coordenadora da Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: site prefeitura

Nenhum comentário:

Designed By